Mochilão pela América do Sul: Chile, Argentina e Uruguai

Veja como fazer uma mochilão pela América do Sul: Chile, Argentina e Uruguai. Ao longo do texto, apresentaremos um planejamento completo, para que você explore ao máximo estes 3 destinos em uma única viagem.

Continua após a publicidade..

Chile, Argentina e Uruguai - Mapa

E depois não deixe de ver a matéria de como economizar muito na sua viagem ao Chile. É a matéria mais acessada do blog e vai te ajudar muito com todo o planejamento da viagem. São várias dicas imperdíveis que vão fazer você economizar MUITO (muito mesmo) e montar toda a sua viagem ao Chile.

Continua após a publicidade..

O que é um mochilão?

Um mochilão é um estilo de viagem em que você tem como objetivo explorar tudo o que for possível de um ou mais destinos, seja durante dias, meses ou anos. O diferencial desta viagem para as tradicionais é que a pessoa que a realiza costuma ter como bagagem apenas uma mochila, contendo o suficiente para viver uma experiência única e inesquecível.

Mochileiro na América do Sul

De modo geral, o mochileiro busca por aventura e adrenalina, um maior contato com a cultura e tradição dos lugares que for conhecer, a vivência com os nativos e, claro, muita história pra contar.

Dica de onde ficar em um mochilão pela América do Sul

Um mochilão, na maioria das vezes, é uma viagem voltada ao público que gosta mesmo é de aventura e fortes emoções, além, claro, de um bom custo-benefício. Pensando nisso, a alternativa ideal de onde ficar, seja no Chile, na Argentina ou no Uruguai é o hostel.

Hostel em Santiago do Chile

 

Os hostels são lugares que proporcionam estadias simples, mas confortáveis. E, o preço é extremamente atrativo. Ainda mais para você que ficará transitando bastante entre os destinos, ou seja, este estilo de hospedagem acaba sendo bem vantajoso. Por isso, ficam aqui algumas indicações de matérias incríveis para que você possa escolher seus hostels nestes destinos:

Se quiser dar uma olhada nos preços dos hotéis bons e baratos destes dois países, não deixe também de acessar os textos:

Hotel em Santiago - Chile

Dica de como se locomover em um mochilão pela América do Sul

Um mochilão, por si só é uma viagem em que você anda bastante. É aquele roteiro em que você coloca o necessário na mochila e sai explorando cada cantinho, em uma grande aventura. Sendo assim, já vá preparado para se locomover pelos locais fazendo várias e várias caminhadas por dia.

Mochilão pela América do Sul

Mas, é claro que você também irá se deslocar entre as cidades utilizando outros meios de transporte. No caso das pessoas que quiserem poupar um dinheirinho, existem os ônibus. Para os que gostarem de um conforto a mais, há os carros para alugar. E, no caso dos mochileiros que estiverem com o orçamento bem folgado, existem os táxis e Uber.

Dê uma olhadinha nestes textos, com várias dicas sobre o assunto:

Dica de onde comer em um mochilão pela América do Sul

Vale lembrar que para este mochilão pela América do Sul, é legal colocar alguns restaurantes, bares e baladas na programação. Para que você possa escolher alguns deles, de acordo com o seu perfil de turista e orçamento, seguem algumas recomendações de leituras:

Restaurante no Chile

Dica de documentos para fazer um mochilão pela América do Sul

Você pode estar se perguntando sobre quais são os documentos necessários para providenciar antes de fazer um mochilão pela América do Sul. Portanto, vamos a eles:

Obrigatório:

  • Passaporte ou documento de identidade (RG) emitido nos últimos 10 anos;
  • Carteira de habilitação (caso tenha intenção de alugar um carro).

Documento para viajar

Recomendamos:

  • Seguro Viagem.

Ele é importantíssimo e ninguém deve viajar sem um para evitar problemas no exterior. Veja nossa matéria de seguro viagem para o Chile com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, quais são os melhores seguros e dicas para fazer um excelente seguro por um preço incrível economizando muito.

Seguro Viagem Internacional

Dica de o que fazer em um mochilão pela América do Sul

Dias 1, 2 e 3 em Santiago (Chile)

Dia 1 em Santiago

– Tire a manhã do seu primeiro dia de mochilão para ir até a Plaza de Armas, que é um ponto de encontro de turistas do mundo inteiro em viagem em Santiago do Chile. Uma dica é para que você reserve um tempinho para caminhar por ela, tirar algumas fotos de recordação e contemplá-la em toda a sua totalidade.

– Depois desse passeio geral pela Plaza de Armas, comece a explorá-la indo até os atrativos que ficam ali mesmo, na própria praça. São eles: Palácio de la Moneda, que é a sede do governo chileno, Catedral Metropolitana de Santiago, uma igreja super imponente e de uma beleza indescritível, e Museu Nacional de Belas Artes, com obras de arte de artistas importantíssimos.

– Ao longo do tour no centro de Santiago, em todos estes pontos turísticos que citamos, tire um tempinho para ir em um restaurante da região, seja para um almoço ou um lanche da tarde especial.

Museu Nacional de Belas Artes em Santiago

Dia 2 em Santiago

– O seu segundo dia será extremamente turístico em Santiago do Chile, então a sugestão de ouro é para que tenha uma câmera fotográfica ou celular com bastante bateria e coloque roupas confortáveis para “bater perna”.

– Se estiver muito cansado do dia anterior, acorde mais tarde um pouco e deixe para ir até o Cerro Santa Lucía e Cerro San Cristóbal logo depois do almoço. O primeiro, Cerro Santa Lucía, é um parque belíssimo que abriga uma construção antiga, a qual leva a um mirante de onde pode se observar a Cordilheira dos Andes. Já o Cerro San Cristóbal é uma colina, considerada o ponto mais alto de Santiago, e de onde se tem uma vista cinematográfica de cair o queixo.

Cerro Santa Lucía

Dia 3 em Santiago

– Se você está programando um mochilão no Chile, precisa ter em mente que as vinícolas de lá são imperdíveis. Com isso, nossa recomendação é para que tire uma manhã e uma tarde para curti-las, fazendo uma degustação e apreciando a beleza de seus vinhedos.

– Depois, não deixe de ir até o Sky Costanera. Ele é o mirante mais alto da América Latina, então por isso você já consegue imaginar a vista surreal que terá lá de cima. Se conseguir ir até ele no final do dia, com o pôr do sol, será mais inesquecível ainda.

Sky Costanera em Santiago do Chile

Dia 4 viagem de Santiago até Mendoza

Sua viagem de Santiago até Mendoza será de aproximadamente 6 horas de carro. Se optar por ir de avião, ela terá um voo de no máximo 2 horas de duração. O valor de uma passagem de avião fica em torno de 900 reais.

De carro de Santiago para Mendoza - Mapa

Dias 5 e 6 em Mendoza (Argentina)

Dia 5 em Mendoza

– Se você colocou na sua programação a cidade Mendoza, precisa ter em mente que um passeio imperdível por ela é o da prática de esqui. Sim, esse passeio é muito requisitado por mochileiros do mundo inteiro e promete proporcionar fortes emoções para quem o realiza.

– Nossa dica é que você tire o dia todo para esquiar em Mendoza, em algumas das estações de esqui que esta cidade abriga (Los Penitentes ou Las Leñas). O legal é que as pistas de esqui são voltadas para todos os tipos de níveis de aprendizado, indo das mais fáceis – para os iniciantes no esporte – até as mais difíceis – no caso dos profissionais. É incrível, ainda mais pelo fato de você poder ter uma vista cinematográfica única da Cordilheira dos Andes.

Estação de esqui em Mendoza

Dia 6 em Mendoza

– Para o seu 6º dia, que tal uma vinícola deliciosa em Mendoza? Este ponto turístico também é um dos mais famosos desta cidade. As regiões que concentram mais bodegas e vinícolas são Luján de Cuyo, Chacras de Coria e Maipú.

– Durante as visitas, você pode acompanhar a produção dos vinhos, conhecer a história da empresa, fazer degustações, tirar lindas fotos (pois as adegas normalmente estão em grandes fazendas verdes e com projetos arquitetônicos de tirar o fôlego), adquirir as garrafas por um preço bem inferior ao do mercado e até almoçar.

Vinícola em Mendoza

Dia 7 viagem de Mendoza até Buenos Aires

A viagem de Mendoza até Buenos Aires é bem demorada, dando cerca de 12 horas de trajeto de carro. Por isso, o ideal é que você tire o dia 7 inteiro para viajar e descansar depois. Caso o seu orçamento esteja mais folgado, é possível fazer este percurso de avião, em um voo de 1 hora e 45 minutos, aproximadamente, e valor da passagem em torno de 600 reais.

De carro de Mendoza para Buenos Aires

Como achar passagens aéreas MUITO baratas?

Seguindo algumas dicas importantes, você vai conseguir achar passagens aéreas bem mais baratas para qualquer destino. A primeira grande dica é acessar algum comparador de passagens aéreas, que faz uma busca em todas as companhias aéreas de cada país.

Ele poupa você de ter que entrar no site de cada companhia e já mostra todas as opções disponíveis. Nós sempre usamos esse comparador de passagens aéreas, pois de todos é o que sempre tem os melhores preços e é um dos mais seguros e conhecidos do Brasil. Clique nele e siga as dicas abaixo que você vai economizar muito na compra das passagens. Só de utilizá-lo, você já vai conseguir achar os melhores preços e opções de passagens.

Avião decolando

A principal dica é pesquisar sempre nos meses de baixa temporada. Outra dica legal é conferir o preço da passagem para outro país próximo. Você pode encontrar voos muito mais baratos e aí, de lá, é só comprar um voo externo que é muito mais barato ou até ir de carro para o seu local de destino.

Outra dica é pesquisar a data do voo sempre caindo numa segunda, terça ou quarta-feira. Os voos de quinta, sexta e principalmente os de sábado e domingo costumam ser mais caros. Geralmente, as passagens aéreas noturnas são as mais caras e os voos à tarde são mais baratos.

Dias 8, 9 e 10 em Buenos Aires (Argentina)

Dia 8 em Buenos Aires

– Tire a manhã do seu oitavo dia de mochilão para ir na Plaza de Mayo, que é a praça mais famosa desta cidade. Depois, curta uma tarde bastante movimentada nesta região, já que é nela que estão pontos turísticos importantes como a Casa Rosada, que é a atual sede da República Argentina, a Catedral Metropolitana de Buenos Aires, com uma arquitetura especial, o Museu Histórico Nacional de Cabildo e da Revolução de Maio e o Museu da Administração Federal de Buenos Aires (ambos repletos de história e cultura).

Plaza de Mayo em Buenos Aires

Dia 9 em Buenos Aires

– Ir para Buenos Aires e não dar uma paradinha no Obelisco é um verdadeiro desperdício. Então já comece a sua manhã indo até ele e tirando alguns registros fotográficos para guardar de recordação. Em seguida, vá almoçar e passear no Galerias Pacífico, que é um centro comercial extraordinário e de beleza única. O Galerias Pacífico e o Obelisco estão em uma distância mínima de 7 quarteirões um do outro.

– Por fim, o bairro da Recoleta é um ótimo local para fazer passeios de final de tarde. Você pode ir até a famosa livraria el Ateneo, que é maravilhosa, ir até o Cemitério Recoleta, que ficou conhecido por abrigar lápides de personalidades importantes, ou tirar uma foto na Flor Metálica, uma escultura que começa o dia aberta e vai fechando até o anoitecer.

Flor Metálica - Buenos Aires

Dia 10 em Buenos Aires

Para curtir mais um dia de viagem em Buenos Aires, opte por uma manhã no bairro San Telmo e uma tarde no bairro Puerto Madero. O San Telmo é extremamente preservado, cheio de casas coloniais e ruas empedradas, perfeito para os turistas que quiserem algumas fotos memoráveis neste destino. Já o Puerto Madero é onde está a Puente de la Mujer, uma ponte que tem um design representando um casal dançando tango.

Puente de la Mujer - Buenos Aires

Dia 11 viagem de Buenos Aires até Montevidéu (com possível parada em Colonia del Sacramento)

No seu 11º dia de mochilão, programe-se para levantar cedo e pegue a estrada de Buenos Aires para Montevidéu. No entanto, aqui fica uma dica de ouro: dê uma paradinha na graciosa Colonia del Sacramento, em uma viagem de carro de 3 horas e 15 minutos (saindo de Montevidéu).

Depois de algumas horas explorando Colonia del Sacramento, aí sim siga o percurso de carro até Montevidéu, sendo este último um trajeto de aproximadamente 2 horas e 15 minutos. Leia também o texto como ir da Argentina ao Uruguai.

Carro em estrada

Se o seu orçamento não permitir que você alugue um carro em Buenos Aires – para ir até Colonia del Sacramento e de Colonia até Montevidéu – não tem nenhum problema. Há outra opção também, que é a de barco + ônibus (bastante procurada, inclusive, por mochileiros em uma viagem nestes destinos).

Nesta alternativa, você pega um barco Buenos Aires até Colonia del Sacramento (no Uruguai), em um trajeto de mais ou menos 1 hora. Depois, lá em Colonia del Sacramento você pega um ônibus com destino a Montevidéu, em um percurso de 3 horas.

Barco em Montevidéu

O ponto mais positivo deste combinado barco + ônibus é o valor, considerado o de melhor custo x benefício (170 reais). Além disso, há 3 empresas que realizam este percurso total: Buquebus (considerada a mais luxuosa), Seacat (com barcos menores que a Buquebus, mas também muito confortável) e a Colonia Express (a mais barata e simples).

Ferry Boat - Argentina

Dia 11 em Colonia del Sacramento

– Colonia del Sacramento é aquela cidadezinha charmosa que faz com que qualquer turista queira tirar uma série de fotos de recordação da viagem. Declarada como Patrimônio Histórico da Humanidade pela UNESCO em 1995, Colonia del Sacramento mantém viva e perfeitamente preservada muitas de suas principais construções originais. Além disso, suas charmosas ruas de pedras e sua super quietude fazem com que a cidade cative qualquer pessoa que ande por lá.

Colonia del Sacramento

Dias 12, 13 e 14 em Montevidéu (Uruguai)

Dia 12 em Montevidéu

– Neste primeiro dia em Montevidéu você pode acordar bem cedinho, tomar um café da manhã reforçado e ir até a Plaza Independência, que é um ponto de encontro de turistas do mundo inteiro em viagem em Montevidéu. Uma dica é para que você tire um tempo para caminhar por ela, tirar algumas fotos de recordação e contemplá-la em toda a sua totalidade.

– Depois desse passeio geral pela Plaza Independência, comece a explorá-la indo até os atrativos que ficam ali mesmo, na própria praça. São eles: Palácio Salvo, considerado o edifício mais alto da América Latina por possuir 95 metros, e o Museo de la Casa de Gobierno, com diversos itens que retratam a história política do Uruguai desde 1830.

Museo de la Casa de Gobierno em Montevidéu

Dia 13 em Montevidéu

– Tenha uma tarde deliciosa apreciando um dos teatros mais belos do Uruguai, denominado Teatro Solís. Situado no bairro Ciudad Vieja, ele conta com visitas guiadas e espetáculos imperdíveis. O melhor de tudo é que ele possui uma beleza indescritível, que faz com que qualquer pessoa fique encantada com o local.

– O Mercado del Puerto é uma ótima alternativa para o fim de tarde em Montevidéu. Ele também está localizado no bairro Ciudad Vieja, pertinho do Teatro Solís. O bacana deste centro comercial é que ele abriga vários restaurantes, lojinhas para comprar souvenirs, barracas com comidas típicas e etc. Tudo muito turístico e cultural, perfeito para os mochileiros de plantão.

Mercado del Puerto em Montevidéu

Dia 14 em Montevidéu

– Para o seu próximo dia de mochilão em Montevidéu, a dica fica por conta de uma manhã com muita natureza e cenários paradisíacos no Jardim Botânico. Nele você terá a oportunidade de caminhar, fazer um piquenique, tirar fotos de recordação e curtir um pouquinho de ar puro na viagem.

– Se tiver um tempinho, não deixe de fazer uma visita ao Parque El Rosedal ou ao Jardim Japonês, que ficam pelas redondezas do Jardim Botânico. O primeiro conta com mais de 300 espécies de rosas diferentes, já o segundo, abriga muita área verde e ótimas áreas para parar e tirar uns minutinhos de sossego.

Parque El Rosedal - Montevidéu

Dia 15 em Punta del Este (Uruguai)

– Para fechar o seu mochilão na América do Sul, vamos de Punta del Este (Uruguai). Tenha uma manhã tranquila na Casapueblo, que foi casa de verão do famoso artista plástico uruguaio Carlos Páez Vilaró. Hoje, ela está formada por um museu, uma galeria de arte, uma loja, um restaurante e um hotel.

– Logo após o seu passeio por Casapueblo, tire algumas horas para curtir o Monumento ao Afogado. Mais conhecido como La Mano ou Los Dedos, ele é um dos cartões postais da cidade, e parada obrigatória para qualquer turista por lá.

Monumento ao Afogado - Punta del Este

– Para dar continuidade ao seu passeio em Punta del Este, caminhe por Rambla, uma passagem que vai da orla do Rio da Prata até o Oceano Atlântico. Dali mesmo você consegue um acesso super rápido e fácil para o Porto de Punta del Este, uma região admirável e que rende fotos deslumbrantes da sua viagem.

Muito mais dicas do Chile no Youtube!

Está gostando da matéria? Não deixe de visitar também o nosso canal no Youtube. Tem vários vídeos incríveis do Chile, com muito mais dicas, para ajudá-lo a planejar toda a sua viagem. Se quiser, clique aqui para se inscrever no canal ou aqui para ver a playlist com todos os vídeos do Chile. Esse vídeo é o mais assistido do canal:

Como economizar muito na sua viagem ao Chile

Use seu celular à vontade no Chile

Poder usar seu celular no Chile e em qualquer outro lugar do mundo é ótimo, pois ele acaba sendo muito útil. Você pode usar os aplicativos dos pontos turísticos e das cidades, os aplicativos de cupons de desconto, economizar por não precisar alugar um GPS, pois poderá usar o do celular, pode pesquisar os endereços e horários dos lugares, ver a previsão do tempo para se planejar para os passeios, ficar conectado com todo mundo através de aplicativos e postar suas fotos da viagem ao Chile nas redes sociais. Se quiser, veja nossas dicas de como usar o celular à vontade no Chile.

É super barato e você vai poder usar seu celular o dia inteiro em Santiago do Chile, Valparaíso, Viña do Mar e qualquer outro lugar do Chile e do mundo inteiro. E usando a Internet do seu celular você poderá pesquisar tudo sobre o mochilão pela América do Sul para quando estiver lá.

Pessoa usando o celular

Dicas para aproveitar melhor sua viagem ao Chile

Agora que você já viu tudo sobre o mochilão pela América do Sul, uma dica legal para quem vai para o Chile é que como alguns pontos turísticos como Cajón del Maipo, as vinícolas, cidades, parques naturais, desertos, outlets e todas as atrações ficam bem afastadas, alugar um carro se torna essencial.

Sem falar que com um carro você pode conhecer outras cidades do Chile além de Santiago, como Viña del Mar e Valparaíso, explorar suas estradas que são lindas e as paisagens e lugares naturais pelo caminho que são incríveis. Se quiser, saiba tudo sobre o assunto aqui na matéria de aluguel de carro no Chile com dicas incríveis e como conseguir um preço incrível utilizando comparadores de preços excelentes.

Viagem de carro pelo Chile

Dica dos ingressos para passeios e excursões

Outra dica muito importante é que no Chile não se vende tanto os ingressos para os pontos turísticos por separado. Como há muitos lugares lindos para visitar, o mais comum é contratar agências especializadas que vendem os pontos turísticos por combos. Esses combos são bem legais, porque como algumas atrações são longe e de difícil acesso (e até um pouco perigosos os caminhos), você acaba tendo a deslocação e a visita em um só pack.

Nós acabamos comprando todos os ingressos nesse site aqui de ingressos para o Chile, e achamos ótimo. É uma agência especializada brasileira que é sensacional, eles dão todo o suporte necessário e vendem todos os passeios do Chile.

Passeio para conhecer Cajón del Maipo

Os passeios mais legais e mais vendidos são: passeio ao Cajón del Maipo, Vale Nevado, Farellones, passeio por Viña del Mar e Valparaíso… além de contar com um city tour muito legal, que passa por todos os pontos turísticos de Santiago (com ingressos incluídos) e tem até passeio para a Vinícola Concha y Toro. São lugares que não podem ficar fora do seu roteiro pelo Chile! Através desse link, você tem 10% de desconto nos seus ingressos, então aproveite e reserve já os seus passeios por esse país fantástico.

Veja outras matérias legais do Chile:

O que fazer em Santiago do Chile: Dicas do que fazer e conhecer na cidade.
Como levar dinheiro para o Chile: Melhores formas de levar seus pesos chilenos.
Cidades turísticas do Chile: As cidades chilenas mais famosas e visitadas.
Como achar hotéis muito baratos no Chile: Incrível pesquisador e dicas excelentes.